31 de março de 2017

Declarações dos Intervenientes da 1ª Corrida do Abono'17 no Campo Pequeno - 6 de Abril de 2017

Resultado de imagem para ricardo castelo
Ricardo Castelo: “Abrir a Temporada em Lisboa é um acontecimento Marcante!”
O cabo do Grupo de Forcados Amadores de Vila Franca de Xira, Ricardo Castelo, considera que abrir a temporada de Lisboa, dia 6 de Abril, “é um acontecimento marcante que o grupo encara com grande sentido de responsabilidade”.

Por outro lado, Ricardo Castelo considera ser “uma honra por se tratar de uma temporada de especial significado para o Campo Pequeno, pois a praça comemora 125 anos de idade, uma data redonda”.

E acrescenta: “Uma data redonda para a empresa, mas também uma data redonda para o nosso grupo, visto que, este ano, comemoramos 85 anos de actividade”.

Daí que, conclui, “esta apresentação na primeira praça do país reveste para nós de um duplo significado: Festa pelos dois aniversários; Responsabilidade por abrirmos as comemorações dos 125 anos do Campo Pequeno”.

“Tudo faremos para, mais uma vez dignificarmos a figura do Forcado como figuras de cartaz, correspondendo assim à confiança que a empresa em nós depositou”, acrescentou.

O grupo de Vila Franca foi considerado o triunfador da temporada de 2016, no Campo Pequeno e Ricardo Castelo. A este propósito, Ricardo Castelo lembrou o significado que o Campo Pequeno tem para o seu grupo. “O Campo Pequeno e o grupo de Vila Franca têm sido parceiros de sucesso em momentos de grande responsabilidade e recordou que o grupo esteve presente na corrida do centenário da praça, em 1992.

“Foi uma corrida extraordinária e ainda hoje é das mais faladas no que às pegas e aos forcados diz respeito”, refere.

Ricardo Castelo recordou também o êxito de 16 de Junho de 2016 em que, como único grupo, pegaram seis poderosos toiros da ganadaria Canas Vigouroux, “um triunfo que foi reconhecido por muitos órgãos de comunicação taurina.

Sobre o actual momento do grupo, sublinha o facto de haver muitos jovens na formação actual, “pelo que a continuidade está assegurada, pois esses elementos jovens estão devidamente enquadrados pelos elementos mais antigos, garantindo assim a coesão necessária de toda a estrutura”.

Ricardo Castelo considera que a “para uma época histórica e numa praça da maior importância a nível mundial como temos o privilégio de ter na nossa capital, é importante que todos os aficionados respondam ao profissionalismo e empenho da empresa, com assiduidade”

Para Ricardo Castelo esta é a melhor forma de defendermos a nossa festa e a qualidade e diversidade dos cartéis apresentados pela empresa são motivos para estarmos presentes. Desejo a todos os artistas muita sorte e que Deus nos ajude a todos a por a fasquia num ponto muito alto no que diz respeito à qualidade dos espectáculos nesta praça de tão grande historial”.

O cartel da corrida é formado pelo cavaleiro João Moura, os matadores Juan José Padilla (espanhol) e Roca Rey (peruano) e os Forcados Amadores de Vila Franca de Xira, capitaneados por Ricardo Castelo. Lidam-se 6 toiros, 2 para cavalo de Mário e Herdeiros de Manuel Vinhas e 4 para a lide a pé de Varela Crujo, Herds.
Compartilhar:
Anterior Proxima Inicio

0 comentários:

Enviar um comentário

Scroll To Top