24 de novembro de 2016

G.F.A. de Montemor - Faz Balanço da Temporada de 2016

A temporada 2016 em números!

A temporada tauromáquica do ano 2016 chegou ao fim, sendo agora tempo de balanços e de apresentação de números. De um modo geral, podemos afirmar que a época taurina foi bastante positiva para o nosso Grupo. Nos 22 espectáculos onde o Grupo de Montemor foi anunciado, há muito para destacar: um bom registo de toiros pegados à primeira tentativa, perfazendo uma média muito positiva de número de tentativas/por toiro, mas também aqueles que foram pegados à segunda tentativa, revelando uma grande eficácia do Grupo (como um todo, nas diferentes posições e dos forcados da cara em particular). Foi também uma época muito importante de consolidação e renovação, com novos elementos "a dar boas cartas" , jovens promessas que passaram a ser elementos de destaque (e hoje dão um nível elevado de confiança ao Grupo), consolidação de forcados que já são uma referência para todos e a despedida de três GRANDES elementos que muito deram ao Grupo e que marcaram uma geração: o Frederico Caldeira, o João Batista Pereira e o João Romão Tavares. Muitas prestações boas, algumas menos conseguidas e um bom número de corridas "limpas". A época foi em crescendo e terminou da melhor forma com uma serie de corridas de grande nível do nosso Grupo. De seguida, apresentam-se os dados da temporada de 2016. O balanço final é mesmo bastante positivo!

A) O Grupo de Forcados Amadores de Montemor, em 2016 foi anunciado em 22 espectáculos:
  • 14 Corridas de toiros
  • 2 Corridas de toiros mistas
  • 4 Festivais
  • 2 Novilhadas (em que actuou o grupo juvenil) 
B) Os Grupos de Forcados que dividiram a tarefa de pegar os toiros com os de Montemor foram:

1. Évora – 4
2. Santarém-4
3. Vila Franca-1
4. Alcochete-1
5. Alter do Chão-1
6. Arruda dos Vinhos-1
7. Beja-1
8. Caldas da Rainha-1
9. Cascais-1
10. Elvas-1
11. Monforte-1
12. Monsaraz-1
13. S. Manços-1

O Grupo de Montemor actuou sozinho em 3 espectáculos

C) Num total de 29 cavaleiros que compartiram cartel com o Grupo, aqueles que fizeram mais vezes foram:
1. João Moura jr-6
2. António Ribeiro Telles-5
3. João Ribeiro Telles jr-4
4. Luis Rouxinol-3
5. Rui Salvador-3
6. Francisco Palha-3
7. Marcos Bastinhas-3
8. Manuel R. Telles Bastos-3
9. João Moura Caetano-3
10. João Salgueiro da Costa-3
11. António Nuncio-3
12. …

D) Corridas Mistas participaram os matadores ou novilheiros:
1. Roca Rey-1
2. João A. Moura – 1
3. Paco Velasquez-1

E) Na Época de 2016 os elementos do Grupo de Forcados de Montemor enfrentaram: 67 Toiros de 19 Ganadarias diferentes.


1. Grave-9
2. Passanha-6
3. Veiga Teixeira-6
4. Jorge Mendes-6
5. David Ribeiro Telles-5
6. Falé Filipe-4
7. Fernandes de Castro-3
8. Pinto Barreiros-3
9. Herdade das Sesmarias-3
10. Vale do Sorraia-3
11. Varela Corujo-3
12. Herdade de Mato Demo-3
13. Herdade de Pégoras-2
14. José Pereira Palha-2
15. Cannas Viguroux-2
16. Guiomar Cortes Moura-1
17. Branco Nuncio-1

F) Os 67 Toiros somaram um peso total de 33 998 kg, perfazendo uma média de 507 kg por Toiro, dos quais 18 tinham mais de 550 kg. Os Toiros mais pesados e quem os pegou em 2016:

1. David Ribeiro Telles 640 kg (Campo Pequeno)- João Romão Tavares à primeira tentativa.
2. David Ribeiro Telles 630 kg (Évora)- Francisco Borges à primeira tentativa.
3. David Ribeiro Telles 620 kg (Campo Pequeno)- António Vacas de Carvalho à quarta tentativa.
4. Jorge Mendes 600 kg ( Montemor-o-Novo)- João da Camara à primeira tentiva.
5. Branco Nuncio 585 kg ( Évora ) – Manuel Ramalho à primeira tentativa.
6. Grave 580 kg ( Almeirim ) – João Romão Tavares à primeira tentativa.
7. Veiga Teixeira 575 kg ( Évora ) – Antonio Vacas de Carvalho à primeira tentativa.
8. Jorge Mendes 575 kg (Montemor-o-Novo)- Francisco Borges à segunda tentativa.
9. Jorge Mendes 570 kg (Montemor-o-Novo)- Manuel Dentinho à primeira tentativa.

G) Na Época de 2016 os elementos do Grupo de Forcados de Montemor enfrentaram 67 Toiros, dos quais 69% foram pegados à primeira tentativa num total de 107 tentativas o que perfaz uma média de 1,59 tentativa por toiro.

  • 45 Toiros – à 1ª tentativa
  • 10 Toiros – à 2ª tentativa
  • 7 Toiros – à 3ª tentativa
  • 4 Toiros – à 4ª tentativa
  • 1 Toiros – à 5ª tentativa
H) Foram 67, as pegas de cara que resultaram em 107 tentativas e 0 pegas de cernelha em 2 tentativas, para executar estas mesmas pegas foram 23 os elementos que colocaram o barrete e citaram o toiro. Actuais:

1. João da Câmara – 8 toiros (11 tentativas)
2. Luis Valério – 7 toiros (12 tentativas)
3. Francisco Borges – 6 toiros (7 tentativas)
4. Bernardo Dentinho – 5 toiros (5 tentativas)
5. Antonio Vacas de Carvalho – 4 toiros (7 tentativas)
6. Manuel Dentinho – 4 toiros (6 tentativas)
7. João Romão Tavares – 4 toiros (4 tentativas)
8. Vasco Carolino – 4 touros (7 tentativas)
9. Manel Ramalho – 3 toiros (5 tentativas)
10. Tiago Telles de Carvalho – 3 toiros (3 tentativas)
11. Bruno Palmeiro – 3 toiros (3 tentativas)
12. Frederico Caldeira – 2 toiros (2 tentativas)
13. Manel Vacas de Carvalho – 2 toiros (2 tentativas)
14. Antonio Calça e Pina – 2 toiros (3 tentativas)
15. Joaquim José Murteira Correia – 1 toiro (2 tentativas)
16. Francisco Godinho – 1 toiros (3 tentativas)
17. Antonio Cortes Monteiro – 1 toiro (1 tentativa)
18. Nuno Campelo – 1 toiro (3 tentativas)
19. Miguel Cecilia – 1 toiro (2 tentativas)
20. José Maria Vacas de Carvalho – 1 toiro (4 tentativas)
21. João Vacas de Carvalho – 1 toiro (3 tentativas)
22. João Calisto – 1 toiro (3 tentativas)
23. José Maria Marques – 1 toiro (1 tentativas)

I) Na Época de 2016 os elementos do Grupo de Forcados de Montemor enfrentaram 67 Toiros, que resultaram em 67 pegas de cara, para executar estas mesmas pegas fardaram-se regularmente 31 elementos, aqueles que mais vezes o fizeram foram:

1. Antonio Cortes Monteiro – 19
2. António Vacas de Carvalho – 18
3. João da Camara – 18
4. Joaquim José Murteira Correia – 17
5. Nuno Campelo – 17
6. Luis Valério – 16
7. Bernardo Dentinho – 16
8. …

J) Para realizar as 67 pegas todos os 31 elementos contribuíram em diversas funções. Nas diferentes posições os que mais o fizeram foram:

1ºs AJUDAS
1. Joaquim José Murteira Correia - 20
2. João Pedro Pereira – 15
3. António Cortes Monteiro – 13
4. Antonio Dentinho – 8
5. Pedro Borges – 5
6. António Cecilio – 2
7. João Megre - 1
8. Diego Caeiro - 1
9. José Maria Barreto – 1

2ºs AJUDAS
1. Pedro Borges – 23
2. Joaquim José Murteira Correia - 22
3. João Megre Pires – 19
4. António Cortes Monteiro – 14
5. António Dentinho – 9
6. António Cecilio - 9
7. José Maria Barreto – 6
8. Nuno Campelo – 3
9. Miguel Cecilio - 2
10. António Calça e Pina – 1
11. Diego Caeiro – 1
12. …

3ºs AJUDAS

1. João Megre Pires – 28
2. Antonio Cortes Monteiro – 23
3. Nuno Campelo – 23
4. Antonio Cecilio – 18
5. José Maria Barreto – 16
6. Pedro Borges – 13
7. Diego Caeiro – 10
8. …

RABEJADORES

1. Francisco Godinho – 34
2. Tiago Telles de Carvalho – 12
3. Manel Vacas de Carvalho – 8
4. Bernardo Dentinho – 5
5. …

Aqueles que mais vezes actuaram em 2016 foram:


1. Antonio Cortes Monteiro – 52
2. Joaquim José Murteira Correia – 48
3. João Megre Pires – 48
4. Pedro Borges - 41
5. Francisco Godinho – 35
6. António Cecilio – 29
7. …

Para o ano 2017 há mais!
Compartilhar:
Anterior Proxima Inicio

0 comentários:

Enviar um comentário

Scroll To Top