2011: Prémio Imprensa Internet - "Latiníssimo Clube" Gala do Toiro 2015: Agraciados com o Passodoble com o nome "Pátio de Quadrilhas"

terça-feira, 26 de julho de 2016

Cartaz da Corrida em Coruche - 17 de Agosto de 2016


Campo Pequeno TV - Trailer de Luís Miguel da Veiga

Cartaz da 8ª Corrida do Abono'16 no Campo Pequeno - 4 de Agosto de 2016


Loja Taurina - ☀ Sugestões para o Verão ☀

Cartaz da Corrida em Pinhanços - 7 de Agosto de 2016


Capa da Edição Nº 384 do Jornal Taurino Olé!


Bodas de Ouro de Luis Miguel da Veiga

Luis Miguel da Veiga, 50 anos após a Alternativa: “Sou um profissional realizado”

Luis Miguel da Veiga celebra, na próxima quinta-feira, no Campo Pequeno, as “Bodas de Ouro” da sua Alternativa. No mesmo dia de há 50 anos, Mestre David Ribeiro Telles abria-lhe, pelo simbolismo da “Alternativa”, as portas do profissionalismo no toureio a cavalo. Meio século depois, Luis Miguel da Veiga afirma-se um profissional realizado. “Fiz a carreira que sempre ambicionei fazer, carreira que me deu grandes alegrias, algumas amarguras e muitos êxitos. Sou um artista e um homem feliz e realizado”.

Para o “Mestre”, estatuto que lhe advém de uma carreira brilhante, iniciada em 1961, numa garraiada em Montemor, sua terra natal, uma das maiores alegrias dessa mesma carreira foi justamente a sua Alternativa. “Estive para tomar Alternativa com 16 anos mas a lei então vigente impedia que se abraçasse o profissionalismo antes dos 18 anos, razão pela qual tive de esperar dois anos para poder concretizar esse sonho”, recorda e não lamenta esse compasso de espera pois ”foram dois anos em que toureei bastante como amador e isso serviu para cimentar e aprofundar o meu toureio, ou seja, dar-lhe consistência”.

Como momentos mais penalizantes recorda quando lhe morria ou se inutilizava algum dos cavalos “estrela da quadra”, não só pelo que significava em termos da perda em si, como pelo facto de poder comprometer a sua trajectória profissional, se tivesse que falhar ou não estar à altura dos compromissos assumidos. “Por vezes aconteceram fracassos, mas os êxitos posteriores encarregavam-se de os fazer esquecer.”

Loja Taurina - 5ª Feira Entregas em Mão no Campo Pequeno

Clique na Imagem e Visite a Nossa Loja Taurina

domingo, 24 de julho de 2016

Loja Taurina - ☀🌸 Sugestões para o Verão 🌸☀

http://picasion.com/

Corrida TV/Norte Alcançou 700 Mil Telespectadores

Tourada liderou e voltou a subir audiências da RTP

A Corrida de Toiros transmitida pela RTP1, esta sexta-feira, a partir da Póvoa de Varzim, foi mais um sucesso de audiências alcançando os 700 mil telespectadores.


A corrida de toiros voltou a registar um share de 13,3%, acima da média do dia do canal (13,1%), obtendo uma média acima dos 400 mil telespectadores, uma subida em relação à corrida anterior, com picos de 700 mil telespectadores. A corrida foi líder de audiências num período cerca das 22h45, superando a novela e o reality show dos canais generalistas concorrentes, liderando, novamente, a partir das 0h50, fechando a transmissão com mais telespectadores do que a SIC e TVI juntas.

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Hoje às 22:15H - Corrida de Toiros na Póvoa de Varzim em Direto (Online) - 22/Julho'16

Site RTP
Site Alternativo
Basta Clicar numa das Imagens para Assistir a Corrida em Direto!

Peso dos Toiros para a Corrida da Póvoa do Varzim - 22 de Julho de 2016


Concurso de Pegas na Corrida do Emigrante no Campo Pequeno

CaminharparaosCornosA “Corrida do Emigrante” e a “Corrida Concurso de Pegas”, tradicionais no calendário do Campo Pequeno, fundem-se esta temporada num só acontecimento em moldes inovadores a 4 de Agosto, numa competição entre seis cavaleiros e seis grupos de forcados.

Pela primeira vez após a reinauguração, o Campo Pequeno apresenta seis grupos de forcados a disputar o prémio para a melhor pega. Em praça vão estar os grupos de forcados amadores do Ribatejo, São Mancos, Chamusca, Turlock (Califórnia, que comemoram quarenta anos de actividade), Monforte e Académicos de Elvas, capitaneados respectivamente por Pedro Espinheira, João Fortunato, Nuno Marecos, Georges Martins, Ricardo Carrilho e António Patrício.

As lides equestres estão a cargo dos cavaleiros Luis Rouxinol, Sónia Matias, Gilberto Filipe, Francisco Palha, Miguel Moura e “Parreirita Cigano” (praticante).

Lidam-se seis imponentes toiros de Luis Rocha.

Cartaz da Corrida na Aldeia da Ponte - 14 de Agosto de 2016


Cartaz da Corrida nas Caldas da Rainha - 15 de Agosto de 2016



quinta-feira, 21 de julho de 2016

Toiros para a Corrida em Setúbal - 23 de Julho de 2016

Touros António Charrua a 23 de Julho em Setúbal

Toiros para a Corrida na Póvoa de Varzim - 22 de Julho de 2016

Figueira da Foz - Inês Carvalho Lesionada Entra Soraia Costa em Substituicão

INÊS CARVALHO LESIONADA É BAIXA NA FIGUEIRA. 
SORAIA COSTA ENTRA EM SUBSTITUIÇÃO

A empresa Tauroleve informa que por motivos de lesão originada na passada sexta-feira em Monsaraz, a cavaleira Inês Silva Carvalho será substituída pela também cavaleira amadora Soraia Costa na corrida que terá lugar no próximo sábado, dia 23 de Julho pelas 22:00 na Figueira da Foz.

Dessa forma a corrida “Concurso de Pegas” que abrirá a temporada no carismático Coliseu Figueirense será composta pelos cavaleiros António Ribeiro Telles, Ana Batista, Filipe Gonçalves, Duarte Pinto, Miguel Moura e a jovem amadora Soraia Costa, as pegas estarão a cargo dos amadores de Cascais, Coimbra e Redondo. Lidam-se seis bonitos toiros de Passanha.

Cartaz da Corrida em Reguengos de Monsaraz - 15 de Agosto de 2016


Cartaz da Corrida em Vinhais - 12 de Agosto de 2016


Cartaz da Corrida em Idanha-a-Nova - 7 de Agosto de 2016


Aviso da Corrida na Messejana - 15/Agoso/2016


quarta-feira, 20 de julho de 2016

Escândalo no Parlamento Provou que o BE Apoiou Financeiramente a Tauromaquia

Escândalo no parlamento provou que o BE apoiou financeiramente a tauromaquia 


O debate dos projectos antitaurinos gerou tensão e troca de acusações entre os bloquistas e as bancadas do PSD e CDS, ficando marcado por um escândalo envolvendo o BE.

No período de debate que antecedeu as votações no parlamento, depois de questionar os bloquistas sobre se, enquanto lideraram a câmara de Salvaterra de Magos tinham retirado estes apoios, o deputado do PSD Nuno Serra pediu para distribuir uma proposta de junho de 2012, assinada pela então presidente da autarquia bloquista, Ana Cristina Ribeiro, na qual se reconheceu e declarou a tauromaquia como património cultural imaterial de interesse municipal.

Na resposta, e numa interpelação à mesa num momento de grande confusão no plenário, a deputada bloquista Mariana Mortágua questionou se o documento que foi apresentado no debate pelo PSD podia provar que enquanto o BE teve na Câmara de Salvaterra de Magos alguma vez houve algum apoio a alguma tourada.

Já depois da votação dos projetos de lei, o CDS entregou uma declaração de voto, no qual anexou uma ordem do dia de uma reunião da Câmara de Salvaterra de Magos, de 2010, na qual foi proposta uma "isenção de pagamento de taxas inerentes à emissão da licença de ocupação da via pública e especial de ruído, para a realização das Festas do Foral dos Toiros e do Fandango".

A realidade encarregou-se de provar que o BE não é coerente nem politicamente credível.

Parlamento Chumbou Projetos Lei do BE, PEV e PAN para Proibir Apoios Municipais ás Atividades Tauromáquicas

Parlamento chumbou projetos de lei para proibir apoios municipais atividades tauromáquicas 




O parlamento chumbou hoje os projetos de lei do BE, PEV e PAN que pediam o fim de financiamento autárquico às atividades tauromáquicas. Foi uma uma grande vitória da liberdade e da tauromaquia, com mais de 80% dos deputados a rejeitarem os projectos em causa.

Na votação, os três projetos de lei do BE, PEV e PAN foram todos rejeitados. O projeto de lei do BE foi chumbado com os votos contra das bancadas do PSD, PS, CDS e PCP e os votos a favor do BE, PEV, PAN e 13 deputados socialistas.

Já o projeto de lei do PAN foi rejeitado com os votos contra do PSD, PS, CDS e PCP, os votos favoráveis do BE, PAN, PEV e 11 deputados socialistas e a abstenção de seis parlamentares do PS e um do CDS.

O projeto de lei do PEV foi chumbado com os votos do PSD, PS, PCP e CDS, apesar dos votos a favor do BE, PEV, PAN e 11 deputados socialistas, bem como a abstenção de seis parlamentares do PS.

O Parlamento Português foi uma vez mais muito lúcido e não admitiu as tentativas radicais e discriminatórias propostas por estes partidos, que atentavam contra os direitos e liberdades dos cidadãos portugueses e contra a autonomia municipal, num feroz ataque centralista.

A Federação Portuguesa de Tauromaquia continuará a fazer o seu trabalho, congratulando-se com a atitude do Parlamento de salvaguardar os direitos e liberdades dos portugueses contra os ataques destes partidos radicais.

Cartaz da Corrida em Nave de Haver - 7 de Agosto de 2016



Cartaz da Corrida em Ribeira de Pena (Vila Real) - 6 de Agosto de 2016



Cartaz da Corrida na Terrugem - 6 de Agosto de 2016



Capa da Edição Nº 383 do Jornal Taurino Olé!


Loja Taurina - BG_5GA em Azul Turquesa